terça-feira, 17 de março de 2015

MEC coloca professores a fazer "frete" ao privado, mas são cada vez mais os que recusam




"MEC insiste em colocar professores das escolas públicas ao serviço de interesses privados...

...mas são cada vez mais os que recusam esse  “frete”



Nos dias 16 e 17 de março, mais alguns milhares de alunos ficaram sem aulas de Inglês porque muitos professores desta disciplina foram retirados das escolas, nos distritos de Braga, Porto, Guarda, Lisboa e Beja, para frequentarem a formação promovida pela empresa estrangeira Cambridge. 

Formação, recorde-se, para obrigar os professores de Inglês a envolverem-se nas múltiplas tarefas de aplicação e correção do Preliminary Englis Test que não são parte integrante do conteúdo funcional da sua profissão. " (ler mais: FENPROF)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.