terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

FENPROF- MEC recusa rever o regime e insiste num modelo que provoca injustiças, estimula a discricionariedade e já provou que não serve as escolas

"Documento aprovado pela FENPROF aponta para a realização de um concurso anual, assente na graduação profissional dos candidatos e respeitador do princípio da universalidade, Defende ainda a FENPROF a aplicação adequada da diretiva comunitária 1999/70/CE, sobre vinculação de contratados, a redução da área dos quadros de zona pedagógica e a extinção das chamadas BCE, devendo todos os docentes serem colocados a partir da lista nacional de ordenação. Os docentes podem enviar os seus contributos para o mail: fenprof@fenprof.pt







Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.