terça-feira, 21 de outubro de 2014

FENPROF- A propósito do programa da RTP "Prós e Contras" sobre Educação



"A propósito do programa da RTP "Prós e Contras" sobre Educação

Foi transmitido, em 20 de outubro, o programa "prós e contras" que abordou a temática da Educação. Estiveram presentes, entre outros, diversos representantes do MEC, professores, pais e encarregados de educação, estudantes, autarcas e representantes de dois partidos políticos. 


Os diversos membros da comunidade educativa estiveram representados através de convidados individuais, mas igualmente através de algumas das suas organizações representativas. No caso dos professores, a jornalista responsável pelo programa, pura e simplesmente, ignorou as suas organizações sindicais que representam, no total, mais de 70.000 associados, dos quais a grande maioria pertence a Sindicatos que integram a FENPROF.
No programa foram abordados aspetos cuja negociação foi da responsabilidade dos Sindicatos, foram feitas acusações aos Sindicatos de Professores e à "cultura sindical" e foram colocadas questões sobre as quais o movimento sindical e a FENPROF, em particular, vêm intervindo, designadamente ao nível da apresentação de propostas.
Ao excluir os Sindicatos deste debate, a jornalista-pivô do programa assumiu uma postura anti-democrática, imprópria dos tempos atuais. Com esse procedimento, o serviço público que deverá ser prestado pela RTP foi claramente deficiente por ser faccioso, impedindo que organizações tão representativas do corpo docente, como são as suas organizações sindicais, pudessem dar a  conhecer e debater a sua opinião, independentemente de se concordar ou não com a mesma, bem como fundamentar as suas propostas.
Não podendo pactuar com procedimentos desta natureza, impróprios de uma sociedade que tem uma vida democrática de 40 anos, a FENPROF irá expor o sucedido junto das instâncias adequadas - da RTP, da entidade reguladora, entre outras entidades - denunciando esta perturbante falha democrática e mau serviço prestado ao esclarecimento do público.
O Secretariado Nacional da FENPROF

21/10/2014 " 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.