sexta-feira, 5 de setembro de 2014

FENPROF- Reúne hoje às 14 horas na DGAE com propostas para atenuar problemas criados pelo MEC




"FENPROF reune hoje, 5 de setembro, às 14H00, com a DGAE

Face aos inúmeros problemas existentes com a candidatura à bolsa de contratação de escola em curso e perante a existência de várias situações do próprio concurso, cujas têm suscitado muitas dúvidas formuladas pelos professores (até de ordem legal), a FENPROF solicitou, com caráter de urgência, uma reunião à DGAE.

Do contacto realizado com a DGAE ficou agendada uma reunião para as 14H00 de hoje, 5 de setembro, de cujos resultados será dada a devida nota pública.
O Secretariado Nacional da FENPROF

5/09/2014"







FENPROF- Reúne hoje às 14 horas na DGAE com propostas para atenuar problemas criados pelo MEC

"A colocação de professores para o ano letivo que se inicia a partir da próxima semana nunca conheceu atraso tão grande como este ano, a que acrescem as mais variadas situações de improviso que poderão provocar prejuízos irreparáveis a muitos docentes.


O que aconteceu ontem à noite foi apenas mais um episódio. Cerca das 21 horas os diretores das escolas e agrupamentos foram avisados pelo MEC, via sms ou telefonema, que deveriam consultar o mail institucional da unidade que dirigem. Dada a hora adiantada, nem todos o terão feito, porém, quem ainda o fez verificou que, pelas 20 horas, chegara um mail informando que, até às 22 horas, deveriam ser retirados da aplicação de concurso para destacamento por ausência da componente letiva (DACL) os docentes a quem, entretanto, já pudesse ser atribuído horário na sua escola ou agrupamento. Com este procedimento, o MEC penalizará os professores cujos diretores, entre as 21 e as 22 horas, não puderam consultar o mail, pois aqueles docentes irão ser colocados em outras escolas, ainda que pudessem permanecer naquela a cujo quadro pertencem ou estavam colocados em regime de plurianualidade.



Esta situação acresce a toda a confusão que tem sido criada na candidatura às chamadas “ofertas de escola” e aos atrasos na colocação, não apenas de contratados, como de milhares de docentes dos quadros.



Devido a tais atrasos, milhares de docentes continuam em casa a aguardar colocação ou estão a preparar o ano letivo em escolas em que não exercerão atividade, enquanto inúmeras escolas preparam o ano letivo sem muitos docentes que nelas irão lecionar.



Face à situação problemática criada pelo MEC, a FENPROF reunirá hoje pelas 14 horas na DGAE/MEC para apresentar propostas que visam solucionar alguns dos problemas identificados. Nela proporá, em relação aos professores com ausência de componente letiva, que, durante o dia de hoje, os diretores das escolas possam ainda retirar da plataforma aqueles a quem possa ser atribuído horário na sua escola ou agrupamento.



Desta confusão criada e dos atrasos verificados relevam, sem qualquer dúvida, uma atitude irresponsável e incompetente do MEC mas, sobretudo, um tremendo desrespeito pelos professores e pelas escolas.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.