quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Expresso: Crato reconhece erro, pede "desculpa ao país" e manda refazer listas de colocação de professores


"Professores já contratados pelas bolsas de contratação de escola não perdem o lugar. Mas entre mil a dois mil docentes poderão ser agora repescados. Houve um erro dos serviços do Ministério da Educação, admitiu Nuno Crato. Responsabilidades serão "apuradas". "Peço desculpa aos professores, aos pais e ao país."


Ao fim de uma semana de muitas críticas e denúncias de um erro de fundo na forma como foram feitas as colocações dos professores contratados nas cerca de 300 escolas com contratos de autonomia e TEIP (territórios educativos de intervenção prioritária), o ministro da Educação admitiu esta quinta-feira haver um problema e mandou refazer as listas que ordenaram dezenas de milhares de candidatos às bolsas de contratação de escola. (continuar a ler: Expresso Sapo)"



A BCE é exequível?

Professores contratados/ candidatos e Direções de Escolas e Agrupamentos de Escolas depressa perceberão o porquê da Bolsa de Contratação de Escola não ser exequível, se é que ainda não perceberam.

Já todos entenderam.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.