quinta-feira, 22 de maio de 2014

FENPROF - MEC, mergulhado em incompetência e irresponsabilidade, instala a confusão e desrespeita professores e escolas


"MEC, mergulhado em incompetência e irresponsabilidade, instala a confusão e desrespeita professores e escolas

Soube-se ontem (20/05), pela consulta do site do IAVE, que em 15 de abril de 2014, o Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário concordou e autorizou que os classificadores e supervisores dos exames de 4.º e 6.º anos fossem dispensados da componente letiva “durante dois dias a terem lugar dentro do período em que decorre o processo de classificação”, tendo também autorizado a dispensa da componente não letiva de estabelecimento durante esse período.

O secretário de Estado autorizou ainda que os professores supervisores fossem oficialmente dispensados de serviço para participarem nas reuniões com o IAVE e também com os professores classificadores.

Acontece que o MEC, segundo as direções dos agrupamentos, não terá feito chegar essa informação às escolas, apesar de ter passado mais de um mês entre o despacho de concordância do secretário de estado e o início da realização dos exames. E só no dia de intervalo entre a primeira e a segunda prova, a informação foi colocada no sitedo IAVE, o que levou a que apenas algumas escolas tivessem acedido à mesma.

Entretanto, na informação que o adjunto do secretário de estado elaborou, consta que o órgão de administração e gestão dos agrupamentos de escolas deverão assegurar a “continuidade das atividades letivas dos alunos das turmas dos professores envolvidos, durante as dispensas concedidas”.

Ora bem, o que temos:" (continuar a ler - FENPROF)




artigos relacionados:

Normas dos exames e provas





Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.